Marco Tulio Urologista
Logo Instituto Cavalcanti
Instituto Cavalcanti

Glande do pênis: conheça a função, formas e patologias

Compartilhe

A glande do pênis é uma área da genitália masculina também conhecida como cabeça ou ponta do pênis. Tem função muito importante tanto para a reprodução como para a micção. Neste texto, entenda mais sobre a função, formatos, problemas que podem acometer essa parte do órgão sexual masculino e como tratá-los. Onde fica a glande do pênis? O órgão sexual masculino externo é dividido em 3 partes: raiz, haste e glande do pênis. Conforme já mencionado, a glande fica no final do eixo do órgão sexual. Essa é uma área essencial tanto para a micção, como para a função reprodutora, porque é na glande do pênis que fica a uretra, por onde sai a urina e o sêmen. A "ponta" do pênis em si também é composta por outras partes, conhecida como glande, coroa (borda arredondada), meato (abertura da uretra) e prepúcio (camada de pele que cobre a glande em homens não circuncidados, que é ligada à haste do pênis pelo freio ou frênulo. É uma área que contém muitas terminações nervosas, que são importantes para conceder sensibilidade e prazer para a relação sexual e também para a ejaculação.

A glande do pênis é uma área da genitália masculina também conhecida como cabeça ou ponta do pênis. Tem função muito importante tanto para a reprodução como para a micção.

Neste texto, entenda mais sobre a função, formatos, problemas que  podem acometer essa parte do órgão sexual masculino e como tratá-los.

Onde fica a glande do pênis?

O órgão sexual masculino externo é dividido em 3 partes: raiz, haste e glande do pênis. Conforme já mencionado, a glande fica no final do eixo do órgão sexual. 

Essa é uma área essencial tanto para a micção, como para a função reprodutora, porque é na glande do pênis que fica a uretra, por onde sai a urina e o sêmen.

A “ponta” do pênis em si também é composta por outras partes, conhecida como glande, coroa (borda arredondada), meato (abertura da uretra) e prepúcio (camada de pele que cobre a glande em homens não circuncidados, que é ligada à haste do pênis pelo freio ou frênulo.

É uma área que contém muitas terminações nervosas, que são importantes para conceder sensibilidade e prazer para a relação sexual e também para a ejaculação. 

Geralmente, a glande do pênis é macia e tem um formato de cone, porém, também pode se assemelhar a uma bola ou um cogumelo. 

Essa maciez da glande é importante para “amortecer” os movimentos da relação sexual.

Leia mais sobre:

Formulário Whats app Dr Marco Túlio agendamento de consulta

Problemas que podem surgir na glande do pênis?

Você já notou a sua glande do pênis vermelha ou até com outras características diferentes do normal? Geralmente, essa região apresenta uma pele lisa, mas, em muitas situações pode revelar vermelhidão, manchas, irritação e até bolinhas na glande do pênis.

Em alguns casos, essa aparência não representa nada grave. Ainda assim, sempre que o homem percebe alterações na aparência do seu pênis, o ideal é buscar um especialista em medicina sexual, para entender se existe alguma patologia envolvida.

Por exemplo, se há bolhas na glande do pênis, pode ser tanto uma alergia a tecidos, quanto pode  ser fruto de uma doença sexualmente transmissível, se surgirem em associação a outros sintomas, como dor, desconforto ou pruridos.

No entanto, uma coceira na glande do pênis pode ser sinal que o homem está com balanite, que é uma inflamação que ocorre especificamente na glande. Balanopostite é quando a inflamação ocorre na glande e no prepúcio ( pele que cobre a glande ) . 

Veja mais neste vídeo:

  • Causas da dor no pênis

Veja alguns problemas que pode trazer sinais e sintomas desconfortáveis, como coceiras, inchaços ou dor na glande do pênis:

Glândulas de Tyson

Essas glândulas não são nenhuma patologia, são bolinhas brancas na glande do pênis (ou até transparentes) que tratam-se de alterações normais e benignas que surgem especialmente quando o pênis está ereto.

Essas glândulas exócrinas ficam ao redor do sulco coronal, produzindo um líquido lubrificante entre o prepúcio e a glande, que podem até facilitar a relação sexual e proteger a ponta do pênis. São mais comuns em homens negros.

Apesar de não representarem uma patologia, a aparência das glândulas podem ser confundidas com as verrugas de HPV. Por isso, muitos homens querem removê-las.

Embora não seja necessário, para quem está decidido, é possível retirá-las com uma cauterização que pode ser realizada no próprio consultório médico. O procedimento leva de 10 a 15 minutos.

Uma ressalva é que o paciente deve buscar um médico que tenha experiência em estética genital, que consiga cauterizar na profundidade adequada.

Balanopostite

Essa patologia (doença) é provocada por fungos ou bactérias, excesso de higiene ou dermatite de contato (por exemplo, por uso de sabonetes ou cremes na região genital). Dessa forma, a balanopostite pode deflagrar dor, coceiras, secreções, ardência, inchaço ou manchas vermelhas na glande do pênis.

Quem está com esse problema pode passar por um tratamento medicamentoso com pomadas antibióticas, antifúngicas ou corticoides, ou até mesmo ingestão de antibióticos por via oral.

Veja mais causas de dor no pênis neste vídeo:

Fimose

Quando o homem tem prepúcio (pele sobre a glande) , acaba tendo a mucosa da glande mais sensível, e até mais fina. Assim, é possível que, na masturbação ou na relação sexual, seja produzida uma ferida na glande do pênis.

Para tratar esse problema, o ideal é realizar uma postectomia, que é uma cirurgia muito comum, para retirar o excesso de pele (prepúcio) e possibilitar que a glande se exponha, evitando até situações mais graves, como o câncer de pênis.

Neste caso, também é interessante buscar um urologista de confiança e expertise para evitar problemas e insatisfação com o procedimento.

Candidíase

Essa é uma infecção fúngica que afeta mais as mulheres, mas também pode ser transmitida para os homens.

A candida é um fungo que pode ser encontrado no trato genital e proliferar demasiadamente a partir de um desequilíbrio imunológico, metabólico ou hormonal. Apesar de poder ser contraída durante o sexo, a candidíase não é considerada uma DST.

Quando o homem está com candidíase, pode perceber coceiras intensas, inchaço e manchas vermelhas na glande do pênis.

O tratamento é com medicações antifúngicas.

Doenças sexualmente transmissíveis

As doenças sexualmente transmissíveis podem gerar caroços, feridas ou vermelhidão na glande do pênis.

Quando está com esses sintomas o homem pode estar com gonorreia, tricomoníase, clamídia, sífilis, HPV ou herpes genital.

O tratamento irá depender de qual doença sexualmente transmissível está acometendo o indivíduo. Assim, uma avaliação com um andrologista especialista como Dr Marco Túlio e equipe, é necessária para ideal tratamento.  deve ser com medicações via oral ou tópicas, mas é importante ressaltar que os parceiros também devem se tratar.

Câncer no pênis

Se o homem está com câncer no pênis ele pode apresentar uma ferida persistente ou até mesmo manchas na glande do pênis. 

Algumas situações que vão aumentar o risco do câncer são estreitamento do prepúcio, infecção pelo vírus HPV ou até má higiene íntima. Por isso, quando um homem tem fimose, é importante fazer a remoção do excesso de pele para garantir uma melhor higiene da região íntima.

Problemas na glande do pênis exigem ajuda especializada

Se o homem notar certas características anormais e desconfortos na glande do  pênis, a melhor saída é buscar uma ajuda médica. No entanto, é ainda melhor procurar um médico que seja especializado em medicina sexual do homem, que é o andrologista.

Esse profissional vai oferecer um diagnóstico muito mais preciso para a saúde sexual do homem, assim como oferecer as abordagens terapêuticas adequadas para cada caso.

O Dr Marco Túlio Cavalcanti é andrologista, especialista em medicina sexual masculina, oferece atendimento humanizado, visando devolver a qualidade da vida sexual do homem. 

Preencha os campos abaixo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sumário

Veja também