Implante e transplante de pênis: qual a diferença?

Conteúdo

Muita gente confunde transplante de pênis com implante, de fato, são procedimentos totalmente diferentes. 

Veja nesse texto, qual é a diferença e como o implante peniano pode ajudar nos problemas de ereção.

Existe transplante de pênis?

Sim, existe! Porém, é um procedimento bastante incomum dentro da medicina. O primeiro transplante de pênis com sucesso foi realizado em 2014, por médicos sul-africanos, que até 2017 já tinham realizado mais duas cirurgias deste tipo. 

Em 2018, foi realizado o primeiro transplante de pênis e escroto por uma equipe do hospital John Hopkins (EUA) para um combatente da guerra do Afeganistão que havia perdido o órgão sexual durante uma explosão de um artefato artesanal.

Esse procedimento foi considerado um sucesso um ano após a sua realização, período no qual homem que fez transplante de pênis conseguiu retomar parcialmente suas ereções, orgasmos e função urinária. Os transplantes anteriores também atingiram seus objetivos.

Já o implante de pênis é mais conhecido como prótese peniana, utilizado para casos de disfunção erétil grave, no qual nenhuma abordagem terapêutica surtiu efeito. 

Muita gente confunde transplante de pênis com implante, de fato, são procedimentos totalmente diferentes. Veja nesse texto, qual é a diferença e como o implante peniano pode ajudar nos problemas de ereção. Existe transplante de pênis? Sim, existe! Porém, é um procedimento bastante incomum dentro da medicina. O primeiro transplante de pênis com sucesso foi realizado em 2014, por médicos sul-africanos, que até 2017 já tinham realizado mais duas cirurgias deste tipo. Em 2018, foi realizado o primeiro transplante de pênis e escroto por uma equipe do hospital John Hopkins (EUA) para um combatente da guerra do Afeganistão que havia perdido o órgão sexual durante uma explosão de um artefato artesanal. Esse procedimento foi considerado um sucesso um ano após a sua realização, período no qual homem que fez transplante de pênis conseguiu retomar parcialmente suas ereções, orgasmos e função urinária. Os transplantes anteriores também atingiram seus objetivos. Já o implante de pênis é mais conhecido como prótese peniana, utilizado para casos de disfunção erétil grave, no qual nenhuma abordagem terapêutica surtiu efeito. Quais são as diferenças dos procedimentos? A cirurgia de transplante de pênis é realizada com um órgão sexual de um doador falecido e os médicos conectam nervos, vasos sanguíneos e uretra. Já o implante peniano é a colocação de um dispositivo artificial dentro dos corpos cavernosos do pênis, para possibilitar que o homem volte a ter ereção e uma vida sexual plena. Além disso, o transplante visa devolver o órgão sexual em sua totalidade, além de suas funcionalidades sexuais e urinárias em casos de mutilações graves. É uma cirurgia que pode levar até 14 horas, a exemplo do tempo gasto pelos médicos do John Hopkins. No implante peniano, o objetivo é a retomada da vida sexual do homem, que está tendo dificuldades em ter ou manter as ereções. Essa cirurgia leva cerca de 1 hora e meia, e vai depender da complexidade de cada caso. Pode demorar um pouco mais se houver a cirurgia de correção da curvatura da doença de Peyronie. Com o implante peniano, as funções urinárias, libido e o orgasmo também são totalmente preservados. O transplante de pênis no Brasil ainda não é realizado, porém, a adesão à cirurgia de prótese peniana no país vem crescendo muito, e, aos poucos, o preconceito sobre o uso vem sendo reduzido. Como funciona o implante peniano? Mais de 50% dos homens acima dos 50 anos podem manifestar a impotência sexual em algum grau. Essa doença pode ser deflagrada devido ao envelhecimento e patologias subjacentes, como diabetes, doença de Peyronie, tabagismo, priapismo isquêmico, lesões traumáticas, cirurgias prostáticas, HAS/hipercolesterolemia, etc. Para o tratamento da disfunção erétil, é preciso buscar ajuda especializada de um andrologista (subespecialidade da urologia), que pode indicar medicamentos vasodilatadores, injeções penianas, terapia de ondas de choque de baixa intensidade, vacuoterapia com uso de bomba peniana, fisioterapia pélvica, etc. Essas abordagens serão apresentadas caso a caso, para melhorar a ereção do paciente. Porém, quando nenhuma dessas indicações surtem efeito, a cirurgia para colocação da prótese peniana é uma alternativa que vai resolver a disfunção erétil de forma definitiva. São dois principais tipos de prótese peniana: a semirrígida e a inflável. Na primeira, o pênis fica ereto o tempo todo, porém, há formas de disfarçar. Já na segunda opção, a prótese terá uma função bem próxima do fisiológico, podendo ficar desinsuflada em momentos de repouso, ou acionada quando o paciente quiser ter uma relação sexual. Por que o uso do implante peniano é benéfico ao paciente? O primeiro grande benefício do uso da prótese peniana é a retomada da autoestima masculina. Quando um homem tem problemas de ereção, além do fato de não conseguir ter ou manter a ereção, o emocional fica muito abalado, e ele pode até mesmo desenvolver uma depressão. Conheça outras vantagens: Procedimento tem 95% de aprovação dos pacientes e da parceria sexual; Ereção é mantida pelo tempo necessário para garantir a satisfação do casal ; Tamanho do pênis e corpos cavernosos são preservados; O homem retoma a autoconfiança; A ereção residual que o paciente tinha pode ser mantida; Não tem efeitos colaterais dos remédios. Além disso, ter uma vida sexualmente ativa traz outros grande benefícios à saúde de um paciente, como: Prevenção de problemas no coração; Quanto mais atividade o homem tem na vida sexual e ejaculação (incluindo a masturbação), menores são os riscos do câncer de próstata; Redução dos níveis de estresse; Estimula o cérebro; Melhora a qualidade do sono; Tem efeito rejuvenescedor, devido à ação dos hormônios do crescimento e endorfina, liberados no ato sexual; Queima calorias. Conclusão Buscar ajuda para resolver a questão da impotência sexual é fundamental para a saúde do paciente. Portanto, não tenha preconceitos ou receios de buscar ajuda especializada e obter todas as informações sobre o assunto. Se o seu caso for o de implante de prótese peniana, busque um profissional qualificado e experiente na realização dessas cirurgias, que possa esclarecer todas as suas dúvidas e oferecer toda a segurança que necessita para decidir pela realização do procedimento.

Quais são as diferenças dos procedimentos?

A cirurgia de transplante de pênis é realizada com um órgão sexual de um doador falecido e os médicos conectam nervos, vasos sanguíneos e uretra.

Já o implante peniano é a colocação de um dispositivo artificial dentro dos corpos cavernosos do pênis, para possibilitar que o homem volte a ter ereção e uma vida sexual plena.

Além disso, o transplante visa devolver o órgão sexual em sua totalidade, além de suas funcionalidades sexuais e urinárias em casos de mutilações graves. É uma cirurgia que pode levar até 14 horas, a exemplo do tempo gasto pelos médicos do John Hopkins.

No implante peniano, o objetivo é a retomada da vida sexual do homem, que está tendo dificuldades em ter ou  manter as ereções. 

Essa cirurgia leva cerca de 1 hora e meia, e vai depender da complexidade de cada caso. Pode demorar um pouco mais se houver a cirurgia de correção da curvatura da doença de Peyronie.

Com o implante peniano, as funções urinárias, libido e o orgasmo também são totalmente preservados.

O transplante de pênis no Brasil ainda não é realizado, porém, a adesão à cirurgia de  prótese peniana no país vem crescendo muito, e, aos poucos, o preconceito sobre o uso vem sendo reduzido.

Como funciona o implante peniano?

Mais de 50% dos homens acima dos 50 anos podem manifestar a impotência sexual em algum grau. 

Essa doença pode ser deflagrada devido ao envelhecimento e patologias subjacentes, como diabetes,  doença de Peyronie, tabagismo, priapismo isquêmico, lesões traumáticas, cirurgias prostáticas, HAS/hipercolesterolemia, etc.

Para o tratamento da disfunção erétil, é preciso buscar ajuda especializada de um andrologista (subespecialidade da urologia), que pode indicar medicamentos vasodilatadores, injeções penianas, terapia de ondas de choque de baixa intensidade, vacuoterapia com uso de bomba peniana, fisioterapia pélvica, etc. 

Essas abordagens serão apresentadas caso a caso, para melhorar a ereção do paciente.

Porém, quando nenhuma dessas indicações surtem efeito, a cirurgia para colocação da prótese peniana é uma alternativa que vai resolver a disfunção erétil de forma definitiva.

São dois principais tipos de prótese peniana: a semirrígida e a inflável. Na primeira, o pênis fica ereto o tempo todo, porém, há formas de disfarçar. Já na segunda opção, a prótese terá uma função bem próxima do fisiológico, podendo ficar desinsuflada em momentos de repouso, ou acionada quando o paciente quiser ter uma relação sexual.

Por que o uso do implante peniano é benéfico ao paciente?

O primeiro grande benefício do uso da prótese peniana é a retomada da autoestima masculina. Quando um homem tem problemas de ereção, além do fato de não conseguir ter ou manter a ereção, o emocional fica muito abalado, e ele pode até mesmo desenvolver uma depressão.

Conheça outras vantagens:

  • Procedimento tem 95% de aprovação dos pacientes e da parceria sexual;
  • Ereção é mantida pelo tempo necessário para garantir a satisfação do casal ;
  • Tamanho do pênis e corpos cavernosos são preservados;
  • O homem retoma a autoconfiança;
  • A ereção residual que o paciente tinha pode ser mantida; 
  • Não tem efeitos colaterais dos remédios. 

Além disso, ter uma vida sexualmente ativa traz outros grande benefícios à saúde de um paciente, como:

  • Prevenção de problemas no coração;
  • Quanto mais atividade o homem tem na vida sexual e ejaculação (incluindo a masturbação), menores são os riscos do câncer de próstata;
  • Redução dos níveis de estresse;
  • Estimula o cérebro;
  • Melhora a qualidade do sono;
  • Tem efeito rejuvenescedor, devido à ação dos hormônios do crescimento e endorfina, liberados no ato sexual;
  • Queima calorias.

Conclusão

Buscar ajuda para resolver a questão da impotência sexual é fundamental para a saúde do paciente. Portanto, não tenha preconceitos ou receios de buscar ajuda especializada e obter todas as informações sobre o assunto.

Se o seu caso for o de implante de prótese peniana, busque um profissional qualificado e experiente na realização dessas cirurgias, que possa esclarecer todas as suas dúvidas e oferecer toda a segurança que necessita para decidir pela realização do procedimento.

Ebook Prótese Peniana

Home – Marco Túlio

Dr. Marco Túlio Cavalcanti Urologista e Andrologista. Disfunção Erétil e Impotência sexual: dê fim a esse tormento. Prótese do Pênis: a retomada da sua vida sexual. Doença Peyronie: correção da curvatura, recuperação do tamanho e calibre do pênis. Reposição Hormonal: retome o seu desempenho.

Instagram: @dr.mtcavalcanti

Youtube: Dr. Marco Túlio Cavalcanti

www.drmarcotuliourologista.com.br

Leia também

Potência sexual: o que pode prejudicar o desempenho?

Potência sexual: o que pode prejudicar o desempenho?

A maioria dos homens sonha com uma potência sexual que garanta um bom desempenho na cama. No entanto, em certas…
Quando o homem ejacula rápido o que pode ser?

Quando o homem ejacula rápido o que pode ser?

Antes de responder, imagine a situação: você tomou aquele banho, se perfumou, tomou uma taça de vinho para relaxar, tudo…
Sexo bom depois dos 40: você pode continuar tendo uma vida sexual saudável

Sexo bom depois dos 40: você pode continuar tendo uma vida sexual saudável

Que o sexo é bom nós não temos dúvida, mas e depois dos 40?  Se você está em boa saúde…
Translate »